Epicondilite Lateral

Fisioterapia sem dor
21 de dezembro de 2017
Tensão Muscular
28 de dezembro de 2017

Clique aqui e faça download do artigo veiculado na Revista do Correio Braziliense no dia 20 de agosto de 2017

Uma causa muito comum para a chamada “Dor de Cotovelo” – afora as desilusões amorosas – é a Epicondilite Lateral. Estas são tendinopatias na região do cotovelo, com alteração na organização das fibras dos tendões, ligados principalmente aos músculos extensores do punho e dos dedos da mão.

Entre as maiores incidências estão os esportes com uso de raquetes. Por isso, ela também é conhecida como “Cotovelo do Tenista”. Cerca de 50% dos tenistas acima dos 30 anos chegam a apresentá-la. Porém, outros esportes, como o beisebol e a natação e até mesmo atividades laborais repetitivas (excesso de digitação), favorecem o surgimento.

O diagnóstico é clínico e pode ser complementado com exames de imagem. O tratamento envolve mudanças nas atividades, incluindo a reavaliação da técnica e do material utilizado para pratica esportiva; fisioterapia; uso de anti-inflamatórios não hormonais; e até infiltração com corticoides. Nos casos refratários é possível o tratamento cirúrgico. Sendo assim, o diagnóstico precoce é o melhor aliado.

Comentários

comentários

Pré-Agendamento